Endodontia

Endodontia é uma especialidade da Odontologia destinada ao diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças que atingem a parte interna do dente: a polpa, a raiz e os tecidos periapicais, que envolvem a raiz.


Endodontia, também é popularmente conhecida como Tratamento de Canal, é o procedimento para reparar e salvar dentes muito danificados ou infectados.

Dor de dente persistente, dor no maxilar, dor pulsátil, dentes escurecidos, inchaços, dificuldade para mastigar… são alguns sintomas da necessidade de tratamento do canal.

Mas como o dente pode ser infectado ou danificado?

a) Pelo avanço de uma cárie – Tudo começa com uma pequena carie, se não tratada ela pode se aprofundar e chegar na polpa dentária, contaminando e levando o nervo a falência.
b) Por traumas geradas por pancadas (tombos, soco, bola, etc…) ou morder algo duro (Pedra no feijão, torresmo, abrir garrafa com os dentes, etc), com a inflamação causada pelo trauma sofrido a raiz / polpa pode ser danificada, comprometendo a saúde do dente.

AGENDE UMA CONSULTA




    Se não tratado a tempo, pode-se gerar uma infecção na raiz e nos tecidos vizinhos. E como resultado desta infecção a pessoa pode sentir: Dor intensa, inchaço e febre. Em casos mais avançado a polpa dentária fica tão deteriorada, que leva a necessidade de extração do dente.

    Em casos mais graves a infecção pode trazer consequências mais sérias, como a contaminação com bactérias na corrente sanguínea, Infecções nas articulações, febre reumática, endocardite bacteriana.

    O tratamento consiste na remoção da área danificada do dente (a polpa), limpeza e desinfecção e, em seguida, o preenchimento e selamento.

    Uma vez diagnosticado a necessidade de tratamento do canal, o Endodontista (Dentistas especializado em Endodontia) efetua o planejamento e define a melhor técnica a ser utilizada para o caso.

    O processo consiste em abrir a parte posterior de um dente frontal ou na coroa de um dente posterior, molar ou pré-molar.

    A próxima fase é feita a remoção da polpa infeccionada (pulpectomia). O espaço da polpa e os canais são esvaziados, alargados e limados, para posteriormente serem preenchido.

    Pode-se colocar uma restauração temporária no dente, como o objetivo de protegê-lo durante o tratamento.
    Com a infecção eliminada a cavidade da polpa e os canais são preenchidos permanentemente com um cimento apropriado. Por fim, o dente é restaurado, conferindo uma aparência natural.

    Perguntas e Respostas:

    1. Quais os sintomas que indicam a necessidade do tratamento endodôntico?
    Resposta:
    • Dor de dente persistente;
    • Dor no maxilar;
    • Dor pulsátil;
    • Dentes escurecidos;
    • Inchaços;
    • Dificuldade para mastigar;
    • Sensibilidade a temperaturas quentes e frias.

    2. Qual a Importância do tratamento?
    Resposta: Além de eliminar as dores e inchaços do dente, o tratamento de canal trata as patologias ligadas à polpa, salva e mantém o dente em boca, reduzindo a necessidade de colocação de implantes.

    3. Dói fazer tratamento de canal?
    Resposta: Não, antes e durante o tratamento é ministrado anestesia local e no dente, o que reduz a dor.

    4. Quantas sessões são necessárias para o tratamento de Canal?
    Resposta: O número de sessão é definido de acordo com o grau de infecção do dente. Se ainda não houve infecção, pode ser tratado em uma única sessão, por outro lado, se há contaminação, serão necessárias duas ou mais sessões, para que seja feita uma boa higienização e descontaminação da câmara pulpar.

    5. Existe alternativa para o tratamento endodôntico?
    Resposta: Não existe alternativa, que permita a manutenção do dente. Caso o paciente não queira fazer o tratamento de canal, será necessário extrair o dente. Neste caso teremos que tratar outros problemas, pois com a extração do dente, haverá um espaço vazio, que comprometera a estética, mastigação e fala do paciente.

    6. Tenho uma dor de dente, preciso fazer o tratamento de canal?
    Resposta: Não necessariamente, se a dor não é persistente e não está associada a demais sintomas de inflamação da polpa do dente, e provável que se trata de uma cárie que causou um estímulo e fez doer o dente. Independente disto, deve-se procurar um Dentista para tratamento, a fim de que não se torne algo maior, mais complicado e mais oneroso.

    Dúvidas sobre Endodontia entre em contato com nossa equipe:

    WhatsApp: (11) 96326-3528
    E-mail: nippodents@gmail.com

     

    SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: