Odontopediatria

Odontopediatria:

Para cuidar dos problemas bucais de crianças, existe uma especialidade da Odontologia que é a Odontopediatria. Na realidade o tratado vai desde o período pré-natal, passando pela fase de bebê, criança e adolescência.


O Odontopediatra (Dentista Especialista em Crianças) é capacitado para cuidar de todas estas fases da vida da criança. É uma especialidade integrada pois contempla procedimentos cirúrgicos, endodônticos (canal), restauradores, ortopédicos e preventivos, além de técnicas de manejo comportamental que o permitem uma conexão com a criança.

Cuidados antes do Nascimento: O período pré-natal é muito importante e necessita de cuidados e atenção especiais, pois nesta fase a gestante está mais suscetível e pode desenvolver Doenças Periodontais como inflamações, sangramentos gengivais e periodontite, devido à produção de hormônio.

Se estes problemas não forem tratados, podem trazer consequências mais sérias, como a contaminação com bactérias na corrente sanguínea, Infecções nas articulações, febre reumática, endocardite bacteriana. Atingido o feto.

AGENDE UMA CONSULTA




    Cuidados após o nascimento: A higiene bucal de uma criança deve começar antes mesmo do surgimento dos primeiros dentinhos, utilizando uma gaze umedecida após a amamentação.

    Com 4 a 5 meses, os bebês começam a sentir uma coceirinha nas gengivas, são os dentes que estão prestes a nascer. Neste período recomenda-se o uso de dedeiras massageadoras para a higiene bucal e conforto do bebê.

    Por volta de 6 meses os dentinhos nascem. Deve-se iniciar a escovação com creme dental fluoretado infantil, na quantidade de um grão de arroz cru, em uma escova de cabeça pequena e cerdas macias. Fazendo movimentos suaves, limpando os dentes, língua e gengivas. Ao final da escovação limpe a boca do bebê com uma gaze para retirar o excesso.

    A partir dos 2 anos, o creme dental comum pode ser usado. O uso do fio ou fita dental é tão importante quanto a escovação, e deve ser incentivado assim que a criança demonstre habilidade para seu uso.

    Até os 6 anos de idade, o recomendado é que os pais façam a higienização oral das crianças, a fim de garantir que todos os restos de alimentos foram retirados. Recomendamos que os Pais façam a limpeza em frente ao espelho, explicando para a criança a importância de cuidar da saúde bucal.

    É fundamental que a criança fique à vontade, por isso brinque com ele(a) e dê preferência, escolha produtos com personagens para tornar a higienização um momento divertido.

    As crianças tendem a copiar os hábitos de seus pais, portanto faça da escovação um momento de diversão, com brincadeiras e risos. Desta forma cria-se bons hábitos de higiene bucal.

    A primeira visita ao Dentista: Deve ser feita bem cedo. O ideal é que os pais levem o bebê ao Odontopediatra por volta dos 6 ou 7 meses de idade. E mantenha uma visita regular a cada seis meses. Assim, a criança se acostuma com os cuidados regulares, e fica livre de problemas mais graves e mais onerosos para os pais.

    Problemas Dentários mais comum em Crianças:

    a) Cáries e placa bacteriana: As Cáries e Placa bacteriana são muito comuns em crianças, devido a falta de higienização ou higienização incorreta. Potencializada por consumo de doces e alimentos com elevada concentração de açúcar. Se não tratada a cárie poderá se aprofundar e a crianças poderá ter que fazer
    tratamento de canal, mesmo no dente de leite. Assim como em adultos a placa bacteriana pode progredir e gerar uma gengivite e periodontite.

    b) Fluorose: O excesso de flúor pode causar a aparição de manchas brancas ou marrons nos dentes no acontece geralmente no momento da transição dos dentes de leite para os dentes os dentes permanentes, que já nascem manchados.

    c) Perda precoce dos dentes: A perda precoce dos dentes de leite é um problema muito comum. A princípio parece nada grave, porém esta perda antes da hora faz com que a criança desenvolva maus hábitos miofuncionais bem como desalinhamento dos dentes permanentes.

    d) Dentes desalinhados e má oclusão: Dentes tortos ou desalinhado e a má oclusão também são muito comuns na infância. A correção destes problemas é através da utilização de aparelhos ortodônticos. A melhor forma de prevenir estes problemas é ensinar a criança a fazer a correta higienização dos dentes e da boca, bem como fazer visitas periódicas ao dentista, evitando e prevenir problemas ainda maiores e mais onerosos no futuro.

    Uma solução mágica para acabar com o choro: Muitos pais recorrem a chupeta, que acaba sendo uma solução mágica e instantânea para acabar com o choro, acalmar o bebê e deixar aquele período “tenso” mais tranquilo. O problema é que os efeitos deste hábito podem se arrastar pela infância afora e, disfarçada de outras formas, chegar até a vida adulta. Por isso, não se iluda! A chupeta não é inocente como parece.

    Ela traz efeitos colaterais e aumentam em quantidade e gravidade ao longo do desenvolvimento infantil.

    • É uma das causas da Síndrome do Respirador Bucal;
    • Provoca má oclusão dentária;
    • Causa deformações esqueléticas na boca e na face;
    • Cria-se hábitos orais inadequados não permitindo que a criança atinja 100% de seu potencial genético;
    • Prejudica a correta maturação funcional do sistema estomatognático (SE)*;
    • Altera a postura e tonicidade dos músculos da boca.

    A melhor forma de prevenir problemas dentários nas crianças é ensinar a criança a fazer a correta higienização dos dentes e da boca, não usar chupeta e fazer visitas periódicas ao dentista, evitando e prevenir problemas ainda maiores e mais onerosos no futuro.

    Principais Perguntas e Respostas

    1. Com que idade a criança deve ir ao Odontopediatra?
    Resposta: Devesse levar a criança ao Odontopediatra, por volta dos 6 a 7 meses de idade, época que os dentinhos de leite devem já estar nascendo.

    2. Por que levar bebê e crianças no Odontopediatra?
    Resposta: O tratamento odontológico preventivo deve iniciar na fase pré natal e prosseguir até o final da adolescência. Pois quanto mais cedo iniciarmos o tratamento preventivo, mais efetivo serão os resultados, a adaptação ao dentista será mais tranquila e redução com gastos com tratamentos mais complexos e onerosos no futuro.

    3. Por que cuidar dos dentes de leite?
    Resposta: Os dentes de leite auxiliam no processo de mastigação, fala e deglutição. Também são guias para os dentes permanentes, além de estimulam o correto desenvolvimento e crescimento dos arcos dentais e articulações (ATM). 

    4. Qual a importância do acompanhamento dos pais na hora da escovação?
    Resposta: A presença dos pais é fundamental na higiene oral, pois a criança não tem coordenação motora para realizá-la de maneira correta.

    5. Quando devemos iniciar o tratamento ortodôntico?
    Resposta: Quando identificado pelo Odontopediatra, problemas de alinhamento, apinhamento ou má oclusão.

    6. Qual a idade que inicia o processo de troca da dentição?
    Resposta: Este período tão esperado pelas crianças, normalmente, ocorre por volta dos seis anos de idade, mas pode variar de acordo com a hereditariedade ou presença de alguma alteração sistêmica.

    Dúvidas sobre Odontopediatria entre em contato com nossa equipe:

    WhatsApp: (11) 96326-3528
    E-mail: nippodents@gmail.com

     

    SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: